terça-feira, 7 de setembro de 2010

A realeza celeste

Sol, astro rei, acorde-me do meu profundo sono,
erga-me em um reluzente trono
e faça-me ver quem é o meu verdadeiro dono

Lua, rainha das noites, deixe-me só com os meus pensamentos,
mas não deixe-me transformá-los em tormentos
nem viver a vida em tantos lamentos

Por fim, peço as estrelas, as princesas celestes, que levem-me a viajar
nas belezas secretas daquele Outro lugar
e que, com isso, tornem-me mais próximo Daquele que se põe a Criar

Mario Sergio

3 comentários:

  1. Onde vc arruma tamanho talento... menino das letras.

    Bjs, My do Edu. :P

    ResponderExcluir
  2. Poxa, marião, que lindo cara! Tá arrepiando, velho!

    ResponderExcluir